Este post também está disponível em: enEnglish

O Gargano é uma sub-região da Puglia, uma pequena protuberância no “salto da bota”, que mais parece um esporão. Quase todo o Gargano é ocupado pelo Parque Nacional do Gargano, um dos maiores da Itália, o que faz desse um lugar de beleza excepcional, repleto de praias paradisíacas, paisagens maravilhosas, além de cidades históricas super charmosas.

Mapa do Gargano na Itália

Uma das coisas que mais gostamos no Gargano é que apesar de turística, seu acesso e infraestrutura não são tão desenvolvidos, preservando então um ambiente bastante selvagem e original. Passamos uma semana no Gargano e nesse post vamos te dar todas as dicas que você precisa para conhecer o melhor da região: quais são as praias mais bonitas, as cidades que você não pode deixar de visitar, pratos típicos locais para experimentar e muito mais!

PS – Aqui falamos exclusivamente sobre o Gargano, se quiser um roteiro completo pela Puglia, leia esse post.

Qual a melhor forma de viajar pelo Gargano na Puglia

bicicletas do Monday Feelings na Puglia

Nosso meio de transporte pelo Gargano na Puglia

Como já falamos em outros textos sobre a Puglia, a melhor forma de viajar por lá é de carro. O transporte público no sul da Itália é bastante deficiente e além do mais, o Gargano tem o terreno super acidentado. Nós fizemos essa viagem de bicicleta e apesar de ser totalmente possível, não vamos mentir que as intermináveis montanhas nos fizeram quase pedir arrego em alguns momentos.

*Se for alugar carro para essa e outras viagens, aconselhamos o Rental Cars, uma ferramenta de busca que compila as principais locadoras e sempre mostra as melhores ofertas e descontos. Faça seu orçamento abaixo:

Quais cidades visitar no Gargano, Puglia

Conhecer a cidade de Vieste

Vieste vista de cima

Vieste vista de cima

Um antigo vilarejo de pescadores banhado pelo Mar Adriático, Vieste oferece boas opções de praias, além de um centro histórico charmoso e agitado.

Vieste é uma das principais cidades do Gargano e por ter infraestrutura melhor que a de outros lugares, ela pode facilmente servir de base para a sua viagem pela região.

*Em Vieste, nós ficamos hospedados em um B&B delicioso, o Il Giardino Stellato – leia a nossa avaliação completa neste post.

O que fazer em Vieste?

A rocha do Pizzomunno em Vieste, Gargano

A rocha do Pizzomunno em Vieste

  • Conhecer a icônica Rocha de Pizzomunno, o símbolo da cidade;
  • Dar uma volta pelo centro histórico: de manhã para conhecer os monumentos e no final da tarde para fazer um apperitivo e curtir a boemia do lugar;
  • Aproveitar as praias Longo Lido e Praia de Pizzomunno;
  • Visitar a bela Ilha Tremiti – os barcos saem diariamente do Porto de Vieste;
  • E uma das atividades que mais gostamos: fazer uma aula de yoga em um trabucco histórico durante o pôr-do-sol (explicaremos o que são os trabucchi mais abaixo). Dá uma olhada nesse vídeo aqui para entender por que essa é uma oportunidade única.

*Encontre as melhores ofertas de hotel em Vieste aqui.

aula de yoga em um trabuccho

Experiência única – aula de yoga em um trabucco

Visitar o vilarejo de Peschici

Peschici vista do mar

Peschici vista do mar

Esse é outro vilarejo de pescadores super charmoso. Ficamos tão impressionados com a beleza de Peschici que a apelidamos de “A Grécia Italiana”. Um vilarejo de casinhas brancas, espalhado entre diferentes montanhas, com um centro histórico que é a coisa mais linda.

O que fazer em Peschici?

Restaurante Al Trabucco da Mimi no Gargano

O Restaurante Al Trabucco da Mimi

  • Visitar o Castelo de Peschici;
  • Dar uma volta no centro histórico;
  • Subir em um dos view points para ter uma visão da cidade de longe;
  • E conhecer o melhor restaurante da região, o Al Trabucco da Mimi. Este é outro projeto de revitalização dos trabucchi históricos do Gargano. O Trabucco do Mimi é famoso entre turistas e locais e tem um ambiente delicioso, além de servir uma comida excepcional. Não deixe de visitar o local durante o pôr-do-sol para um aperitivo. Dá uma olhada no Instagram deles para entender o que te espera.

*Pensando em se hospedar em Peschici? Então encontre os melhores hotéis e ofertas aqui

Conhecer a cidade de Mattinata

O arco de pedra na Baia dei Zagare, Gargano na Puglia

O arco de pedra na Baia dei Zagare

Essa é outra cidade no Gargano que vale a pena visitar. Além do centro histórico ser bem bonitinho, as praias e paisagens ao redor de Mattinata são algumas das mais bonitas do Gargano.

O que fazer em Mattinata?

sol nascendo visto da barraca em Mattinata, Gargano

Vendo o sol nascer da barraca em Mattinata

  • Subir o Monte Sacro, a montanha mais alta do Gargano, com 874 metros de altura;
  • Passear pelo centro histórico;
  • Fazer o tour de barco para conhecer as belas cavernas e praias da região.



Booking.com

Visitar a cidade de Monte Sant’Angelo

Uma cidade pequenina frequentada por peregrinos do mundo inteiro por conta de um importante santuário.

O que fazer em Monte Sant’Angelo?

  • Visitar o Santuario di San Michele, construído para o Arcanjo Miguel, que teria feito uma aparição no século V e ordenado a construção de um templo em sua homenagem. O local é um importante ponto de peregrinação cristã desde a Idade Média e figura na lista de Patrimônios Mundiais da Unesco;
  • Visitar o Castelo de Monte Sant’Angelo, que além de interessante, oferece uma linda vista para o vale;
  • Passear pelo centro histórico.

Dica: Não chegamos a conhecer, mas ouvimos falar muito bem da cidade Vico del Gargano, conhecida por muitos locais como Vico del Janeiro, uma alusão ao Rio de Janeiro. rs. Bom, com esse nome, no mínimo deve ser bonito. Se você conseguir visitar, depois conta pra gente o que achou.

Você sabia que quase todos os museus italianos têm entrada gratuita no primeiro domingo do mês? Dá uma olhada neste post para mais informações.

As melhores praias do Gargano

entrada para a Baia dei Gabbiani no Gargano

Entrada da Baia dei Gabbiani, um dos lugares que você deve ir!

O Gargano é banhado pelo Mar Adriático e tem algumas das praias mais bonitas e selvagens da Puglia. São várias que você precisa conhecer, algumas com pouquíssima infraestrutura para turistas, então é bom se preparar antes de ir, levando uma água e um lanche, por exemplo.

Quais praias do Gargano você não pode deixar de conhecer? 

  • Vignanotica;
  • Baia delle Zagare;
  • Portogreco;
  • Pugnochiuso;
  • Baia dei Gabbiani.

O que mais visitar/fazer no Gargano?

Visitar um trabucco histórico e assistir a uma demonstração de pesca

A vista do trabucco dentro de um quadro

Um dos trabucchi espalhados pelo Gargano

Os trabucchi são estruturas utilizadas para pescar que estão por toda a costa do Gargano. Eles são parte fundamental da cultura e história da região. Um trabucco era utilizado por até 8 famílias que tiravam dali sua subsistência. Ao menos assim foi por anos, até que com o início da pesca em larga escala, a quantidade de peixes diminuiu, os trabucchi caíram em desuso e parte importante da cultura gargânica ficou adormecida.

Há seis anos a Organização La Rinascita dei Trabucchi Storici tem trabalhado para revitalizá-los e para preservar essa história. Eles promovem a troca de conhecimento entre as gerações e a reconstrução de alguns trabuccos se deu inclusive através das mãos dos antigos pescadores e dos mais jovens.

Você pode entrar em contato com a organização La Rinascita dei Trabucchi Storici por email (info@trabucchidelgargano.org) para solicitar uma visitação ou até mesmo uma demonstração de pesca.

Visitar a Floresta Umbra

A Floresta Umbra tem esse nome por conta de suas altíssimas árvores que projetam sombra na superfície da mata (“umbra” significa “sombra” em italiano). Um lugar muito bonito, com enorme diversidade de fauna e flora. Você pode explorar a Floresta Umbra a pé, a cavalo ou de bike.

Provar algumas das delícias gastronômicas do Gargano

prato de orecchiete da Puglia

Orecchiette

Não é segredo que cada cidade italiana tem sua própria culinária e no sul do país isso fica ainda mais evidente. No Gargano, são várias as especialidades que você tem que provar para ter uma experiência completa. Entre elas:

  • Orecchiette (uma pasta feita a mão com formato de uma “orelhinha” – daí o nome);
  • Paposcia (um tipo de sanduíche de pizza);
  • Focaccia (provamos a melhor foccacia da nossa vida em um micro-vilarejo chamado Zapponeta);
  • Pancotto (um tipo de sopa de pão), entre outras.