Este post também está disponível em: enEnglish

Mantova é famosa por sua arquitetura renascentista e por esbanjar arte e cultura. Ela foi dominada pela família Gonzaga por muito tempo (400 anos) e os principais pontos remetem a essa época de prestígio. Em 2008, assim como a cidade de Sabbioneta (que também faz parte da Província de Mantova – não confundir com a cidade de mesmo nome), ela foi eleita Patrimônio Mundial da UNESCO e, em 2016, recebeu o título de Capital Cultural da Itália.

Além de seus prédios históricos, Mantova chama a atenção por três grandes lagos artificiais (Superior, do Meio e Inferior – sim, super criativo) que a envolvem e lhe conferem um clima bucólico. Eles foram construídos antes mesmo da Era dos Gonzaga, por questões de segurança, e acabaram causando um certo isolamento à cidade, que pouco mudou durante os anos. Com pouco menos de 50 mil habitantes, Mantova ainda tem um clima de vilarejo medieval.

Apesar de não fazer parte do principal circuito turístico italiano, Mantova está cheia de parques, palacetes, igrejas, praças lindas e ruas de paralelepípedo charmosas que valem a visita e que definitivamente vão te conquistar.

O que fazer em Mantova

Palácio ducale em Mantova

O Palácio Ducale na Piazza Sordello

– Passear da Piazza Sordello até a Piazza Andrea Mantega, passando pelas Piazza Broletto e Piazza delle Erbe.

Comece pela Piazza Sordello, o local onde a cidade foi fundada. É aí que estão os principais pontos turísticos da cidade, como o Duomo e o Palazzo Ducale. Depois caminhe até a Piazza Broletto, onde poderá ver o arco do Arengario e o Palazzo della Podestà. Em seguida, ande em direção à Piazza delle Erbe, onde estão o Palazzo della Ragione, a Torre do Relógio e a Rotonda di San Lorenzo. Pra finalizar, vá até a Piazza Andrea Mantega, onde fica a Basilica de Sant’Andrea.

– Duomo di San Pietro (Catedral de Mantova)

Piazza Sordello e o duomo de Mantova

A Fê na janela do nosso quarto, com a igreja matriz ao fundo

O ponto religioso mais importante da cidade (mas não o mais bonito, que na nossa opinião é a Basilica di Sant’Andrea).

Entrada: Gratuita

Horário de abertura:

  • Seg a Sex (10am-1pm; 3pm-7pm) – Verão
  • Seg a Sex (10am-1pm; 2pm-8pm) – Inverno
  • Sáb e Dom (10am-6pm)

Local: Piazza Sordello

– Palazzo Ducale

Castelo de Mantova

A casa oficial da família Gonzaga é a segunda maior residência do tipo na Itália (perde apenas para a do Vaticano). O complexo é enorme e conta com vários quartos, galerias, basílicas, jardins e o castelo.

Existem duas opções de visitação: um tour apenas pelo Old Court, que consiste no Palazzo del Capitano e no Magna Domus; ou um tour completo, que inclui o Castelo de São Jorge e a Camera degli Sposi (Quarto da Noiva). A Camera degli Sposi é um dos pontos mais importantes do Palácio e é parada obrigatória para quem aprecia arte.

Aqueles que gostam de explicações mais detalhadas podem arranjar visitas guiadas.

Entrada:

  • €12 (Adultos); €7,50 (meia) – Old Court + Quarto da Noiva + Castelo de São Giorgio
  • €6.5 (adultos); €3.25 (reduzida) – Apenas a Old Court
  • Visita guiada: mais €5 (10am, 11am, 12pm, 3pm, 4pm) – reservada na entrada

**A entrada para o castelo é gratuita todo primeiro domingo do mês!! Leia sobre os museus gratuitos da Itália, nesse post aqui!!

Horário de abertura: Ter a Dom (8.15am às7.15pm)

Local: Piazza Sordello

O cartão Sabbioneta e Mantova Card (que custa €20) dá acesso ao local – Saiba mais aqui. 

Mais informações:  ducalemantova.org and mantovaducale.beniculturali.it

– Arco Arengario

Um arco construído no séc. XIV que conecta o Palazzo della Podestà ao Palazzo del Massaro. Era nesse local que, antigamente, juízes anunciavam suas sentenças e onde os criminosos eram torturados e pendurados com corda presa nos anéis de metais. Ainda hoje você consegue ver tais anéis .

O monumento é aberto ao público em qualquer hora do dia.

Local: Piazza Broletto

– Rotonda di San Lorenzo

A igreja mais antiga da cidade, datada do séc. XI, a Rotonda foi construída (em homenagem à Basílica do Santo Sepulcro de Jerusalém, no local onde antigamente funcionava uma fortaleza judia. O mais interessante da Rotonda é que ela fica abaixo do nível da praça.

Entrada: Gratuita

Horário de abertura:

  • Seg a Sex (10am-1pm; 3pm-7pm) – Verão
  • Seg a Sex (10am-1pm; 2pm-8pm) – Inverno
  • Sáb a Dom (10am-6pm)

Local: Piazza Delle Erbe

– Basilica di Sant’Andrea

Piazza sordello em Mantova

A cúpula da igraja vista da Piazza Sordello

Segundo a lenda, o soldado romano que pregou Jesus na Cruz, coletou a areia com o sangue de Jesus e a enterrou em Mantova. Esse seria um dos Santo Graal. Ninguém nunca conseguiu encontrar tal areia, até que anos depois, Santo André finalmente indicou onde estaria enterrada. Uma pequena igreja foi erguida no local onde a terra foi encontrada, em homenagem a Santo André. Mais tarde a igreja foi reformada e ampliada, tomando a forma da Basilica di Sant’Andrea.

Dentro da igreja também está sepultado Andrea Mantegna, o famoso pintor responsável por muitas das imagens da Camera degli Sposi, no Palazzo Ducale.

Entrada: Gratuita

Horário de abertura:

  • Mon-Fri (8am-12pm; 3pm – 7pm)
  • Sat (10.30am-12pm; 3pm – 6pm)
  • Sun (11:45am-12:15pm; 3pm-6pm – summer or 3pm-5pm – winter)

Local: Piazza Andrea Mantegna

*Veja também outras 8 Igrejas na Itália que são imperdíveis.  

– Palazzo Te

O palácio de veraneio da família Gonzaga (e um refúgio para o Duke Federico e sua amante) é outra parada obrigatória para os amantes de arte. Destaque para a Camera dei Giganti, um local repleto de imagens magníficas.

Entrada:

  • €12 (Adultos); €8 (Meia)
  • O cartão Sabbioneta e Mantova Card (que custa €20) dá acesso ao local – Saiba mais aqui. 
  • *Gratuita todo primeiro domingo do mês! Leia sobre os museus gratuitos da Itália, nesse post aqui!!

Horário de abertura: Ter a Dom (9am-6.30pm); Seg (1pm-6.30pm)

Local: Viale Te, 13

Mais informações aqui. 

– Uma volta na Piazza Virgiliana

Uma enorme área verde ao lado do centro de Mantova. O lugar perfeito para um passeio no final da tarde. 

– Assistir ao pôr-do-sol às margens do lago

pôr-do-sol em Mantova

O pôr do sol da cidade

Um dos pores do sol mais lindos que vimos na vida foi em Mantova, no Porto Motonavi Andes Negrini.

– Atravessar a Ponte San George para ter uma visão completa da cidade

Ao atravessar a ponte San George, até o outro lado do lago, você consegue ter uma visão linda da cidade (recomendamos especialmente à noite). 

– Fazer um tour de bike até as cidades vizinha

Mantova, assim como muitas cidades no norte da Itália, são planas e muito bem servidas de ciclovias. Se você estiver com tempo sobrando, não deixe de alugar uma bicicleta e visitar os vizinhos Lago de Garda e Verona. A paisagem no caminho é linda. 

– Visitar Sabbioneta, a cidade murada

visão de drone de Sabbioneta

Visão de drone de Sabbioneta

A 33Km de Mantova, fica Sabbioneta, outro Patrimônio Mundial da UNESCO. A cidade é um dos grandes exemplares das citadelas construídas na Itália durante o Renascimento. Ela foi idealizada segundo os ideais das cidades utópicas descritas por Thomas More em seu livro “Utopia” e foi utilizada como residência e forte da família Gonzaga, antes deles se mudarem para Mantova.

Nós gostamos de conhecer Sabbioneta, mas tivemos a sensação de que ela está um pouco abandonada. Essa é uma das tantas cidades italianas que com o tempo tendem a desaparecer, já que os jovens mudam para cidades maiores em busca de melhores oportunidades. Se você tem interesse nesse tipo de arquitetura e estiver com tempo, o que nós recomendamos é visitar outra cidade murada, Palmanova, a 280 km dali, uma das construções mais impressionantes que já vimos!

*Quer conhecer outros lugares do mundo que figuram na lista de Patrimônio Mundial da UNESCO? Então leia esse texto que as meninas do Itinerário de Viagem escreveram!

Onde se hospedar em Mantova

Nós ficamos no Hotel Dei Gonzaga, localizado bem no centro de Mantova, e recomendamos bastante (você pode ler nossa review do lugar aqui). De qualquer maneira, a cidade oferece diversas opções de hospedagem, que cabem em todos os orçamentos. Dá uma olhadinha aqui! 

O que comer em Mantova

Mantova é famosa também por sua gastronomia, e quem visita a cidade não pode deixar de provar o tradicional Tortelli di Zucca, os salames locais e a torta sbrisolona. Saiba mais aqui.

Quem está com o orçamento mais apertado e quer uma opção boa e barata, recomendamos o Ristorante Pizzeria da Gigi, no centro, que serve pizza a partir de 4,50 euros e meio litro do vinho da casa por 7 euros. 

Transporte em Mantova

Mantova é pequena e você consegue fazer praticamente tudo a pé. O percurso mais longo certamente será até o Palazzo Te, a 1,5km do centro (20 min andando)

Mantova também tem estação de trem e fácil conexão para e de Milão, Veneza e Verona.

Para aqueles que estão de carro, não esqueça que, assim como a maioria das cidades italianas, não é possível entrar com o carro em todo o centro histórico.