Este post também está disponível em: enEnglish

Já teve curiosidade de saber como seria passar a noite em uma prisão? Nós nunca tínhamos planejado tal aventura, mas foi exatamente isso que nos aconteceu em Liubliana, capital da Eslovênia, quando resolvemos nos hospedar no Hostel Celica (celica = cela em esloveno), uma antiga prisão militar transformada em hostel. Passamos duas noites em uma pequena cela para duas pessoas e não vamos mentir, foi uma estadia bastante inusitada, um tanto quanto claustrofóbica, mas inesquecível.

Hostel Celica e o Bairro de Metelkova

Casa cheia de grafities e instalações artísticas em Metelkova

Bairro de Metelkova

Para contar melhor sobre essa experiência, precisamos te explicar sobre o Bairro de Metelkova, o local onde fica o Celica. Metelkova é um antigo complexo militar construído em 1882, durante o Império Austro-Húngaro, e posteriormente utilizado pelo exército iugoslavo para a mesma finalidade. Em 1991, quando a Eslovênia declara independência da Iugoslávia, um grupo de artistas toma Metelkova e a transforma em uma grande ocupação social e artística em plena capital eslovena, a apenas dez minutos do centro da cidade.

Metelkova lembra bastante a “Cidade Livre” de Christiania, em Copenhage, e foi um dos lugares mais legais que visitamos em Liubliana. Entre galerias de arte, bares, oficinas, paredes pintadas e instalações, fica o Celica, que servia como a prisão militar do complexo. A polícia e o governo tentaram derrubar o Celica algumas vezes, mas os moradores locais fizeram uma corrente humana e conseguiram mantê-la – quase – intacta (uma das paredes sofreu um golpe de guindaste que pode ser visto até hoje em sua fachada).

Em meados de 2000, através de uma associação, começou a reforma do lugar para transformá-lo em um hostel.

*Quer saber outros pontos imperdíveis de Liubliana? Então dá só uma olhada nesse texto aqui!

As celas do Celica

Celas da entrada do quarto do Hostel Celica

Um dos quartos com o nome do artista na entrada

O Hostel Celica tem 20 celas, cada uma restaurada por artistas diferentes, que vieram de todos os cantos do mundo com a missão de trazer vida e cor para um lugar historicamente cinza e sobrecarregado. As barras das janelas e a porta foram mantidas exatamente como eram na época da prisão, assim como os dois banheiros compartillados no final do corredor. A propósito, a parede danificada pelo golpe do guindaste virou uma janela com formato redondo!

Cada cela tem um design original e nós tivemos a oportunidade de conhecer quase metade delas e constatar que algumas são mais legais do que outras. Todas, no entanto, escondem histórias e detalhes particulares que transformam a estadia em uma experiência única e inesquecível. Infelizmente, não é possível escolher antecipadamente em qual delas dormir, “da mesma maneira que os prisioneiros não podiam escolher naquele tempo”, é o que explicam. Justo.

Além das celas

Show ao vivo através da janela com barras de ferro no Hostel Celica

Shows ao vivo nas terças-feiras no Hostel Celica

Quem não quiser se aventurar com uma “noite na prisão”, pode optar por se hospedar em um dos 8 dormitórios “normais”. Sinceramente, o que mais gostamos do Celica não foi tanto a experiência do nosso quarto/cela (que apesar de interessante, não é das mais confortáveis), mas sim a estrutra e o clima do hostel. Toda a equipe foi extremamente gentil conosco, desde as meninas da recepção, ao querido capoverdiano Eduardo que trabalha no restaurante e a gerente Tanja. Nós nos sentimos muito bem acolhidos e quem nos conhece sabe que esse é o tipo de recordação que mais levamos de um lugar.

A estrutura do Hostel Celica

O corredor superior onde estão os dormitórios do Hostel Celica

O corredor onde estão os quartos “normais” no andar superior do Hostel Celica

Outras áreas do hostel também foram restauradas pelos artistas e incluem uma sala oriental super charmosa, o restaurante/bar (onde rolam eventos musicais quase que diários e onde servem comida muito boa e barata), uma área externa bem gostosa para os dias de sol e a recepção.

Outro ponto altíssimo do Celica é o buffet de café-da-manhã que eles servem todos os dias da 7h30 às 10h30, por 4 euros (geralmente incluso na diária e também disponível para quem não é hóspede).

Quanto custa para dormir no Hostel Celica

antiga cela de prisão que é um auarto decorado por artista

Um dos quartos do Hostel Celica

O preço é um pouco salgado, mas afinal, não estamos falando de qualquer estadia e sim de um lugar original e com muita história pra contar.

Quarto Tipo N de camas Nov 1 a Mar 31 Abr 1 a Maio 31 e Out 1 a 31 Jun 1 a Set 30
Cela Compartilhada 2 24-26 26-28 30-33
3 22-24 24-26 28-31
Quarto privado Suíte 4,5 21-33 23-25 26-29
Dormitório Suíte 7 18-20 20-22 21-33
12 17-19 19-21 20-22

PRELOS ESTÃO EM EUROS E DEVEM SER ACRESCENTADOS UMA TAXA TURÍSTICA DE 1,27 POR PESSOA – Eles também possuem uma lista grande de possibilidades de descontos.

Veja a disponibilidade dos quartos aqui!

 

A nossa hospedagem no Celica Hostel em Liubliana foi acordada entre as duas partes, mas as opiniões expressas nesse artigo são sinceras. O nosso compromisso primordial é com vocês, leitores, e independente da parceria, jamais deixaríamos de dar um relato honesto quanto a nossa experiência.