10 Curiosidades sobre o Sydney Opera House da Austrália

A famosa Ópera House de Sidnei na Austrália
Last updated:

This post is also available in: English

Estivemos no Sydney Ópera House recentemente. Ficamos tão impressionados com a beleza e singularidade do local que fomos em busca de todas as informações e curiosidades sobre o Opera House da Austrália que pudemos encontrar! Acabamos descobrindo tantos fatos interessantes que não tinha como não transformar em um post completo com 10 incríveis curiosidades!

E se você está lendo este post diretamente de Sydney, ou está com viagem marcada para lá, aproveitamos para compartilhar nossas melhores dicas para ter uma visão maravilhosa do Sydney Opera House.

Onde curtir as melhores vistas do Opera House de Sydney

Fernanda e a Ópera House de Sydney ao fundo
Vista do outro lado do porto
  • Para os aventureiros: recomendamos duas atividades muito legais que você pode fazer tanto no nascer quanto no pôr do sol: caiaque no Sydney Harbour ou escalada da Harbour Bridge.
  • Pra curtir um happy hour: O The Glenmore é um bar bem gostoso e mais despojado com uma vista linda do Opera House no pôr do sol.
  • Com sofisticação: a vista mais espetacular que tivemos do Ópera House foi do Blu Bar 36, no Hotel Shangri-la. Pegar uma mesa ali no pôr do sol é um espetáculo. E se dinheiro não for um problema, por que não se hospedar por lá também para poder apreciar o Ópera House a qualquer momento do dia?!

A propósito, se você estiver organizando sua viagem para a Austrália, leia nossa página de como economizar na viagem, nossos melhores recursos de viagem para ajudar a planejar e economizar dinheiro em sua viagem. E para garantir que você não perderá nenhum conteúdo bacana como esse, certifique-se de assinar nossa newsletter (você verá que não é spam, feito por nós sem automação no processo criativo).

10 Curiosidades sobre o Opera House da Austrália

Vista do porto com a ponte de Sydney ao fundo e a Ópera House e seu pátio

1 – Um pouco de atraso

A construção do Opera House de Sydney não foi nada menos que épica. Originalmente planejada para ser concluída em apenas quatro anos, o projeto acabou se estendendo por 14 longos anos antes de chegar à sua conclusão, em 1973. Esse atraso significativo só demonstra a complexidade de se dar vida a um projeto tão audacioso.

Fernanda sentada na frente da Ópera House de Sidnei do outro lado do porto
Vista do outro lado do porto

2 – Estouro orçamentário

Excessos orçamentários não são incomuns em projetos arquitetônicos, mas o Ópera House de Sydney conseguiu levar isso a um outro nível… projetada pelo arquiteto dinamarquês Jørn Utzon para custar 7 milhões de dólares, o projeto acabou custando 102 milhões! 

Como é de se imaginar, o estouro orçamentário acabou por causar muitas controvérsias e discussões acaloradas entre a sociedade da época.

3 – Maias e Astecas como inspiração do Opera House

A fachada da Ópera House de Sidnei

As principais inspirações para o Opera House vieram dos estudos de Utzon sobre história e natureza. Ele era particularmente fascinado pela arquitetura Maia e Asteca e as escadarias frontais do Opera House foram baseadas nos templos que ele havia visitado no México!

Quão legal e inesperado é isso? Nunca poderíamos imaginar que essas culturas pudessem estar presentes em uma das construções mais icônicas do mundo, em pleno coração de Sydney.

4 – Um Patrimônio Mundial da UNESCO na Austrália

Em 2007, a Ópera House de Sydney foi incluída na lista de Patrimônios Mundiais da UNESCO por conta de seu impacto no mundo das artes e da arquitetura. 

O monumento é então um dos três Patrimônios UNESCO situados em Sydney, sendo que os outros dois são as Australian Convict Sites (Cockatoo Island, Hyde Park Barracks, Old Government House e The Great North Road) e as belíssimas Blue Mountains.

A famosa Ópera House de Sidnei na Austrália
Vista do lugar escondido que tem a melhor vista da Ópera House

5 – Um Mar de Azulejos

Com certeza a curiosidade que  mais nos surpreendeu no Opera House foi descobrir que todo o seu teto é coberto por milhares de azulejos. São mais de um milhão de azulejos de cerâmica branca que vieram da Suécia! 

Os azulejos não apenas contribuem para a estética do edifício, mas também têm um propósito prático de manter a temperatura no interior mais amena.

6 – Um Interior Fascinante

Detalhes do telhado da Ópera House de Sidnei
Detalhes do telhado da Ópera House de Sidnei

O interior do Opera House é tão interessante quanto o seu exterior, pena que tantos turistas acabam pulando essa experiência. Existem duas maneiras de visitar o interior do Opera House: você pode fazer um passeio guiado ou então assistir a alguma apresentação artística que esteja em cartaz. 

Nós tivemos a sorte de estarmos em Sydney na mesma época em que o musical Miss Saigon estava em cartaz, então compramos ingressos e simplesmente amamos! 

Seja para assistir a um musical, uma peça de teatro ou um concerto, recomendamos demais você conhecer o interior do Opera House. 

7 – Acústica de Classe Mundial

O Teatro do Opera House é um dos maiores do mundo, sendo reconhecido por sua acústica excepcional. Por conta disso, tornou-se um dos locais preferidos de muitos cantores de ópera, músicos e orquestras que acreditam na precisão e qualidade do som para aprimorar a experiência tanto dos artistas quanto do público.

E realmente, uma das coisas que mais nos chamou atenção quando fomos assistir ao Missi Saigon foi na qualidade e potência dos efeitos sonoros.

A Ópera House de Sidnei a noite
Vista do lugar escondido que oferece a melhor vista da Ópera House

8 – Uma Opera House que vai muito além da ópera

Embora o local tenha sido originalmente concebido para receber apresentações de ópera, ele acabou se transfando em um centro cultural bastante versátil. Hoje em dia, o Opera House de Sydney abriga uma ampla gama de eventos, incluindo musicais, peças de teatro, concertos e muito mais. Sua abertura para diversas formas de expressão artística solidificou o lugar como um centro cultural vibrante, que vai muito além do seu foco inicial em ópera.

9 – Três Estruturas Distintas

Apesar de sempre termos achado que o Opera House era uma construção única, ela é formada por três estruturas: o Concert Hall, o Opera House e um restaurante. Nós só descobrimos isso ao andar pelo espaço e ver bem claramente os diferentes prédios.

Ao passear pelas instalações, os visitantes podem discernir o caráter único de cada estrutura, adicionando profundidade à diversidade arquitetônica da Ópera de Sydney.

10 – Aproveitando a Água do Mar para o Controle Climático

Fernanda olhando para trás para a Ópera House de Sidnei

Uma curiosidade interessante sobre a Ópera de Sydney, relacionada à sustentabilidade, é que seu sistema interno de aquecimento e refrigeração é alimentado por uma fonte engenhosa que bombeia água do mar diretamente do porto que circunda a Ópera House!

Essa abordagem sustentável reduz a dependência do edifício em sistemas tradicionais de aquecimento, ventilação e ar-condicionado, diminui o consumo de energia e minimiza seu impacto ambiental. Manutenção adequada e medidas de qualidade da água garantem a longevidade e o desempenho do sistema, tornando-o uma solução ambientalmente consciente e econômica.

Conclusão

A Ópera House de Sidnei vista do barco que leva para a praia de Manly
Vista do barco que vai para Manly Beach

Muito além dessas curiosidades divertidas e interessantes sobre a Ópera de Sydney, esse marco icônico é um destino imperdível para quem tem a oportunidade de viajar para Sydney! Não deixe de adicioná-lo à sua lista de lugares para visitar!

Obrigado por explorar conosco essas curiosidades sobre o Sydney Ópera House da Austrália! Se você gosta de assuntos como esse, assine nossa newsletter. Mantenha-se informado e entretido preenchendo formulário abaixo. Junte-se à nossa comunidade de entusiastas de viagens e deixe a aventura continuar!