Este post também está disponível em: enEnglish

A Transiberiana é a maior linha férrea do mundo e sonho de consumo de 9 entre 10 mochileiros que conhecemos em nossas viagens. O percurso original é de Moscou a Vladivostok, passando por 7 fusos horários diferentes, 9289km, em 7 dias de viagem.

Viajar pela transiberiana

Viagem original de Moscou até Vladivostok – 9288Km

Mas o que a viagem pela Transiberiana tem de tão especial?

Não podemos responder por todos, mas no nosso caso, sempre quisemos saber como seria atravessar de trem o maior país do planeta. Sem contar que o trem viaja pela sibéria, uma das regiões mais isoladas do mundo, com temperaturas que chegam a -50oC durante o inverno.

Além do mais, pouco se sabe realmente sobre a Rússia, ou até mesmo sobre os russos (não deixe de ler o nosso 10 curiosidades reais sobre a Rússia!). Na ainda atual Guerra Fria (isso mesmo), as informações que chegam no dito “ocidente” sobre a antiga União Soviética, são sempre distorcidas e negativas. Então, por que não ir lá ver com nossos próprios olhos?

Viagem pela Transiberiana

Há muita confusão quando o assunto é a Transiberiana. Algumas pessoas pensam que esse é apenas um trem, percorrendo uma rota específica e com acesso restrito e difícil. Não é nada disso. A viagem pela Transiberiana nada mais é do que uma viagem de trem comum, utilizada pelos locais para se locomover.

Você pode começar a sua viagem por onde quiser (inclusive de Londres!) e terminar onde for conveniente. Os três destinos finais mais comuns são:

1) Vladivostok, no extremo leste da Rússia, de frente para o Japão;

2) Ulambatur, capital da Mongólia; ou então

3) Pequim, na China. Tudo vai depender do que você está buscando.

  • Fica a dica: cruzar fronteiras no trem encarece bastante a viagem.

Agora, a pergunta que não quer calar: a viagem pela Transiberiana vale a pena?

Pra gente, muito!

E o que faz da viagem tão interessante?

A mistura entre a aventura de cruzar de ponta a ponta o maior país do planeta, na maior linha férrea do mundo e podendo sentir o gostinho da hospitalidade russa!

Muita gente tem a imagem de que os russos são antipáticos e grossos, estereótipo reforçado por filmes hollywoodianos. Mas vamos deixar a bobeira da mídia de lado e falar sério: eles são muito simpáticos (no jeitinho deles, mas são)!

Durante nossa viagem, vários passageiros – inclusive soldados do exército, que estão quase sempre presentes nas viagens pela transiberiana porque tem direito a descontos nas passagens – nos ofereciam comida, chá, café, cigarro e claro, vodka.

Diferente do que muita gente pensa, a cultura russa é bastante hospitaleira, e os resquícios da antiga União Soviética são evidentes, dando a eles um forte senso de comunidade que nos impressionou.

viagem pela Transiberiana

Nós com a atendente do bar

A paisagem não é o ponto alto da viagem, já que oferece muito do mesmo, que no nosso caso foi: neve, morro, árvore, neve, neve, casas, vilarejos, neve, neve.

Ah, mas as camas, por incrível que pareça, são confortáveis, e o balanço do trem transforma qualquer cochilo em hibernação. Uma delícia!

Comprando as passagens da Transiberiana

Nós compramos os nossos tickets online. Utilizamos o site oficial rzd.ru (o site não é o mais fácil de usar, até mesmo os próprios russos têm dificuldades, por isso, acesse esse link direto http://pass.rzd.ru/main-pass/public/en).

Comprar um bilhete sem falar russo antigamente era quase impossível, mas depois das Olimpíadas de Inverno de 2014, em Sochi, muitas coisas foram traduzidas para o inglês, inclusive esse site!

viagem pela Transiberiana

Ilha Olkhon, uma de nossas paradas na Trans-Siberiana

Hoje em dia, por mais complicado que a página ainda seja, todas as informações estão lá, inclusive dicas importantes, como por exemplo: dependendo da estação de trem que você embarcar, você pagará mais caro; ou a cama que escolher, de cima ou de baixo, também têm preços diferentes; ou o número de passageiros; o tipo de trem; a classe, etc. Daremos mais detalhes abaixo.

Você também pode comprar as passagens nas estações de trem, mas dificilmente encontrará algum funcionário que fale inglês para te ajudar. Há também a opção de comprar nas máquinas que ficam dentro das estações, que oferecem o serviço em inglês. Ouvimos falar que os tickets online saem mais caro, mas não podemos confirmar essa informação, pois tivemos a impressão de serem o mesmo preço.

viagem pela Transiberiana

Nossa primeira parada, no primeiro dia de neve da Rússia: Vladmir!

Devo contratar uma agência de viagens especializada?

Muita gente opta por comprar as passagens através de uma agência de viagens, principalmente viajantes que necessitam de visto para entrar na Rússia. Brasileiros não precisam, por isso, não gaste seu dinheiro com um intermediário.

viagem pela Transiberiana

As pessoas entrando e saindo do trem em uma das estações

Preciso comprar os tickets com antecedência?

Compramos nossa passagem com mais ou menos 3 dias de antecedência e não tivemos problema algum para encontrar disponibilidade. São muitos trens percorrendo a mesma rota e a maioria dos russos fazem viagens de curta distância.

turistas querem vivenciar a rota da transiberiana por gosto, a maioria dos russos pegaria um voo – muita gente perguntou inclusive se éramos loucos por querermos percorrer toda a Sibéria de trem.

Ouvimos dizer que no verão a procura por tickets sobe e talvez nessa época do ano seja melhor comprar as passagens com um pouco mais de antecedência.

A reserva online exige que você faça um registro e seu ticket será enviado via email. Lembre-se que é melhor ter a passagem impressa antes de embarcar.

O trem e o vagão 

como viajar pela transiberiana

Um dos trens que fazem a rota da transiberiana

Se for fazer uma viagem de curta distância, a primeira decisão que precisará tomar é o tipo de trem que quer pegar. Agora, caso for percorrer uma rota longa, você será obrigado a pegar o trem de longa distância.

Trens de curta distância: Conhecidos como “commuters”, são geralmente mais lentos e não oferecem camas. Eles também são mais complicados de comprar online, já que você precisa saber o nome exato da estação em que vai descer, ao invés do nome da cidade.

Trens de longa distância: Há os mais rápidos e modernos, consequentemente mais caros; e os mais lentos e velhos, logo mais baratos.

Uma vez escolhido o trem, agora é hora de escolher o vagão, ou seja, a classe.

Qual classe viajar?

Há três opções de vagão: 1o, 2o e 3o classe, classificadas em reserved seats (3o), compartments (2o) e soft (1­o).

Reserved seats (algo como “assentos reservados” em português) ou 3o classe:  são vagões com 9 cabines de 6 camas cada, sem praticamente nenhuma divisão entre elas, portanto 54 camas no total.

como viajar pela transiberiana

mapa da terceira classe

As cabines de 6 camas são formadas por 2 beliches com uma mesa no meio, que ficam do lado esquerdo do vagão. Há ainda mais 1 beliche à direita, paralelo ao corredor, em que a cama inferior vira uma mesa.

Há um banheiro, as vezes dois, no final de cada vagão. Não há chuveiros, porém isso pode ser providenciado caso a camareira te entenda – pagando claro.

como viajar pela transiberiana

As camas da terceira classe

E não há tomadas nas camas, somente uma tomada na frente de cada banheiro. Entretanto, geralmente há uma tomada localizada no penúltimo beliche, do lado direito, o que te dará o conforto de carregar seus aparelhos sem ter que ficar vigiando.

Também existe um grande galão de metal onde pode se servir de água quente para fazer chás, cafés e comidas instantâneas (não deixe de levar o miojo!).

como viajar pela transiberiana

O galão de água quente em frente ao banheiro

Vantagem: muito mais barato que as outras classes e mais fácil de interagir com os russos.

Desvantagem: menos privacidade; possivelmente uma noite ou outra ao som de roncos;  ao sair e entrar novamente no vagão, irá se dar conta do mau cheiro no ambiente; caso tenha reservado a cama superior, dependência da pessoa na cama inferior para uso da mesa e da cama para sentar. Mas fique tranquilo, porque os russos são acostumados a compartir as coisas!

Compartments (algo como “cabines” em português) ou 2o classe: são vagões com 9 cabines, só que de 4 camas cada e fechados com portas, totalizando 36 camas. Cada “quarto” possui duas beliches e uma mesa no meio.

como viajar pela transiberiana

mapa da segunda classe

Vantagem: mais privacidade e segurança. A interação com seus companheiros de quarto, também tende a ser mais intensa, já que estarão dividindo um mesmo espaço.

Desvantagem: você ainda irá dividir a cabine com outras pessoas, caso isso seja uma desvantagem. Ouvimos dizer também que o espaço, por ser pequeno e fechado, é um pouco claustrofóbico.
E torça para que os seus companheiros de quarto sejam simpáticos, pois vocês passarão muito tempo dividindo o mesmo pequeno espaço.

como viajar pela transiberiana

O corredor da segunda classe com as portas fechadas

Soft (algo como “Cortês”) ou 1o classe: esse é um vagão com 8 cabines, todas fechadas, mas com apenas duas camas em cada “quarto”.

como viajar pela transiberiana

mapa da primeira classe

Vantagem: privacidade e segurança praticamente guarantidas, além de acesso a chuveiro e serviço de quarto.

Desvantagem: o preço sai 5 a 6 vezes mais caro que a terceira classe e quase nenhuma interação com outros passageiros.

como viajar pela transiberiana

A primeira classe

  • Todos os trens têm um bar e restaurante, geralmente no úlltimo (ou primeiro) vagão. O acesso a outros vagões é livre e você pode andar de um lado pro outro do trem se quiser.
como viajar pela transiberiana

O bar e o restaurante

Quanto custa a passagem da Transiberiana? 

Como já falado antes, há muitas variantes que interferem no preço do trem. A escolha do trem (longa ou curta distância), a velocidade do trem (os mais rápidos e mais modernos são mais caros, basta checar o tempo de duração da viagem), o vagão (ou seja, a classe), a cama (superior mais barata ou inferior mais cara), o número de passageiros, a estação de embarque (algumas mais baratas que outras, fique atento a isso), a escolha de roupa de cama (no caso da terceira classe, você pode optar por não ter e baratear o custo um pouco) e, obviamente, o destino final. A época do ano também define o preço. No verão, as passagens estão mais caras e no inverno mais baratas.

viajar pela transiberiana

Conseguimos!! No final da rota em Vladivostok

Nós viajamos em outubro, outono e pagamos:

St. Petersburgo a Vladimir (12h) = trem de longa distância rápido, terceira classe, cama superior e inferior (beliche) no corredor direito onde há uma beliche – RUB 1,100.00 por pessoa (US$18).

Vladimir a Irkutski (72h) = trem de longa distância rápido, terceira classe, cama superior e cama superior, ambas no corredor 900-direito onde há uma beliche e sem roupa de cama – RUB 5,606.90 por pessoa (US$ 91.91).

Irkutski a Vladivostok (72h) = trem de longa distância lento, terceira classe, cama superior e inferior (beliche) no corredor direito onde há uma beliche e sem roupa de cama – RUB 3,526.00 por pessoa (US$ 57,80).