Este post também está disponível em: enEnglish

Para saber se vale a pena ir no WTM London vamos começar pelo princípio: como nós descobrimos o evento

Vale a pena ir para o WTM London?

Como somos novos na blogosfera, sempre estivemos focados no nosso “mundinho”. Nossa atenções e esforços eram voltados única e exclusivamente para nossos posts, fotos e planejamento de viagem e nunca tínhamo procurado (ou nos interessado) em participar de nenhuma feira de turismo.

Em outubro de 2016, no entanto, estávamos com viagem marcada para a Grécia, mas antes paramos em Londres por algumas semanas pra rever amigos e família. Em um desses encontros, enquanto conversávamos com um amigo sobre nossos planos futuros de começar a investir no Monday Feelings, ele nos contou que nos próximos dias iria participar de um evento gigantesco da área de turismo. Enquanto ele descrevia a feira, olhamos um pra cara do outro pensando “esse evento é exatamente o que estamos procurando!”.

O problema é que nosso ticket para a Grécia coincidia com o primeiro dia de evento e isso nos colocou em um grande impasse: deveríamos perder (mais um) bilhete de avião e participar de uma feira comercial que mais parecia ser voltada para venda de produtos do que para blogueiros? Quais os benefício reais que um evento tão grande poderia trazer para blogueiros novatos como nós?

Bom, depois de muito considerar, resolvemos ficar para o WTM e postergar nossa ida para Atenas por uma semana.

Analisando agora, podemos dizer que essa foi nossa melhor decisão.

Sobre o que é a feira?

Vale a pena ir para o WTM London?

Basicamente é sobre pessoas querendo vender seus produtos (destinos turísticos, hotéis, pacotes de viagens, etc), no entando, não é apenas isso.

No evento desse ano, por exemplo, – dá uma olhadinha no nosso diario aqui – foram realizados vários debates e palestras que discutiam maneiras de aumentar a sinergia entre blogueiros e empresas.

Além das palestras, também foram organizados diversos speed networkings para blogueiros e expositores explorarem oportunidades de negócios. E isso, minha gente, foi com certeza o que mais valeu a pena: networking.

O WTM reúne ministérios do turismo de quase todos os países do mundo, assim como jornalistas, fotógrafos, agências de viagem e tudo quanto é tipo de público interessado na indústria do turismo.

A quantidade de pessoas que você conhece é enorme e você também fica por dentro de destinos exóticos e produtos inovadores. Durantes os três dias de evento, aprendemos muito sobre o mercado de viagens e conseguimos trocar informações (e cartões de visita!) com diversos expositores e blogueiros mais experientes.

Vale a pena ir para o WTM London?

Outra coisa que gostamos é como você anda pela feira, já que uma hora está no Quênia e, logo em seguida, chega à Itália por exemplo.

Era até engraçado, pois as conversas com outros visitantes era mais ou menos assim: “Estamos indo agora para a França conversar com o PR deles, mas podemos nos ver logo menos na Costa Rica para conhecer melhor as regiões do país e de lá ir tomar um café na Etiópia, o que acha?”.

Vale a pena ir para o WTM London?

E assim, a pé mesmo, viajamos pelo mundo, descobrimos novas tendências e ficamos sabendo o que os países estão fazendo para melhorar o turismo.

Nós fechamos algum negócio?

Vale a pena ir para o WTM London?

Não. Mas isso não significa que você não fechará. Há blogueiros que fecham acordos já na sua primeira visita ao evento.

Nós, na verdade, não tínhamos certeza do que estávamos buscando, então nos concentramos em conversar com outras pessoas e depois analisar nossas ideias para entender como levar o Monday Feelings adiante.

Isso valeu muito a pena e a feira com certeza expandiu nossos horizontes.

Qual o benefício em participar para blogueiros principiantes?

Vale a pena ir para o WTM London?

Primeiramente e acima de tudo, networking. Mesmo que você não tenha propostas para agora, irá trocar cartões com pessoas que podem te ajudar no futuro.

Aqui dois cenários pra ilustrar:

  • Você nunca participou de nenhuma feira de turismo e está planejando uma viagem para o sudeste asiático com potencial de ser patrocinada. Você então vai para o Google procurar contatos de possíveis patrocinadores (hotéis, agências de turismo, ministérios do turismo e por aí vai). Depois de muito buscar, acaba com uma lista de emails incertos, envia sua proposta para esses emails e, realisticamente, sua proposta vai acabar esquecida na caixa de entrada ou até mesmo no spam de alguém que não faz ideia da sua existência.

OU

  • Você participou do WTM, falou com a maioria dos representantes dos ministérios do turismo presentes, trocou cartões de visita com todos eles e, em casa, organizou os contatos em uma folha de Excel, incluindo comentários. Você fez follow up para que as pessoas não se esqueçam de você. Depois de um tempo, quer desenvolver uma proporta de viagem patrocinada para o sudeste asiático. Você entra em contato com aquelas mesmas pessoas que conheceu há um tempo, dá um “alô” e envia sua proposta. Você tem muito mais chances de sucesso, concorda?

O outro benefício fundamental é conhecer as novas tendências do mercado de turismo. Neste ano, ouvimos muito sobre direitos humanos e viagens sustentáveis, por exemplo, o que mostra que essa é a nova tendência (finalmente!). Para os blogueiros, o vídeo é definitivamente a nova maneira de se comunicar com os seus seguidores.

Como se preparar para o WTM

Vale a pena ir para o WTM London?

  • Leve cartões de visita, independente do quão principiante seja. Nós fizemos os nossos especialmente para o WTM e foi crucial para o networking.
  • Networking, networking, networking. Todos estão ali com esse mesmo objetivo, não se sinta intimidado, vá lá e converse com todo mundo.
  • Prepare um Media Kit. Se não sabe ao certo como é um, entre em contato com a gente que explicaremos com o maior prazer. Não utilizamos muito o nosso, mas você nunca sabe quando uma oportunidade de negócios irá surgir.
  • Não se esqueça de se vestir de acordo. Esse é um evento corporativo e você não quer se destacar por estar mal vestido.
  • Se planeje. A feira é enorme, então vá com um pré-planejamento de quais pessoas quer conhecer e quais estandes visitor.
  • Agende reuniões com antecedência. Entre em contato com os expositors que te interessam mais e marque uma conversa com o diretor comercial ou o PR responsável (obviamente se você tiver algo para falar ou proposta a fazer).
  • Fique atento aos eventos que exigem registro. Nós perdemos o deadline para o speed networking por falta de planejamento.

Se você perdeu o WTM Londres 2016 e tem a oportunidade de participar do próximo, não pense duas vezes: vá!

Ah, e fique ligado, pois em março há o ITB Berlin, que parece ser o maior evento da indústria no mundo. Bom evento, e boa sorte 😉