Este post também está disponível em: enEnglish

Liubliana (ou Ljubljana) em esloveno significa “amada” (dá um google translate em “ljubljeni”!) e acho que não existe melhor palavra para descrevê-la do que essa. Uma capital de 200 mil habitantes, eleita a mais sustentável da Europa, que transborda arte, enaltece em sua praça principal um poeta – ao invés dos costumeiros comandantes de guerra – e que proibiu a circulação de carros em seu centro há mais de 10 anos. Ficou animado?! Então faça as malas que agora você vai conhecer o melhor da capital da Eslovênia com esse guia completo com o que fazer em Liubliana!

*Não se assuste ao ler o nome “Ljubljana” por todos os cantos, pois o “J”, no idioma esloveno, tem som de “I” e a pronúncia acaba sendo a mesma que em português: “Liubliana”.  😉

Quanto tempo ficar em Liubliana?

Liubliana e o Rio Ljubljanica

O Rio Ljubljanica atravessando a cidade

Liubliana é pequena e a verdade é que dá para conhecer tudo em apenas um dia – existe inclusive uma estatística que mostra que o tempo médio de um turista na capital é de 1,8 dia. Nós ficamos duas noites e sim, foi suficiente para ver os principais pontos turísticos de Liubliana e aproveitar a boemia dos bares e restaurantes à beira do Rio Ljubljanica. No entanto, a cidade é tão gostosa, viva e charmosa que se você quiser ficar mais tempo, não faltarão programas legais para fazer.

O que fazer em Liubliana

Visitar a Praça Prešeren

Estamos tão acostumados com imagens de militares nos centros históricos das cidades, que foi difícil conter o suspiro ao ver que a capital da Eslovênia homenageou seu poeta favorito, France Prešeren, na praça principal.

A Praça Prešeren fica logo em frente às famosas Triple Bridge e está sempre lotada, já que é um ponto de encontro entre locais. Além da estátua do famoso poeta que fica bem no centro da praça, vale a pena prestar atenção na Igreja Franciscana da Anunciação que fica logo ao lado.

Ponte Tripla, a Igrea Franciscana e a Praça Preseren

Vista da Ponte Tripla, a Igreja Franciscana e a Praça Preseren

Prešeren é o poeta mais famoso da Eslovênia e o responsável pela Zdravljica, poema que virou o Hino Nacional do país. Nascido no século XIX, ele escrevia principalmente sobre amor (claro, né: esLOVEnia, ljubljeni, sobre o que mais ele iria escrever?!). Acontece que sua grande paixão e musa inspiradora, Julieta, nunca retribuiu suas investidas.

A história de amor dos dois (ou seria “desamor”?) está representada na praça: preste bastante atenção aos olhos da estátua de Prešeren. Siga o olhar do poeta até o outro lado da praça e você poderá ver a figura de uma mulher entre as janelas da casa de tom pastel. É Julieta, em sua antiga moradia. Ela foi colocada ali como mais uma homenagem ao poeta, que ao menos depois da morte, teve correspondido o seu grande amor.

Conhecer Metelkova, o bairro alternativo de Liubliana

Metelkova em Liubliana

O bairro artístico de Metelkova

Metelkova é um antigo complexo militar iugoslavo que foi ocupado por artistas e ativistas após a independência do país, nos anos 90. O lugar é insano e está cheio de galerias, grafites, instalações artísticas e ocupações.

Por estar afastada do centro histórico e seguir suas próprias regras, muitos a consideram uma região praticamente autônoma – se você já visitou Christiania em Copenhague, vai notar a semelhança.

Mas nem todos os moradores de Liubliana gostam da situação de Metelkova e a polícia, com a ajuda de locais, tentou algumas vezes retomar o controle do bairro. Os artistas se uniram, formando praticamente uma corrente humana e ganharam a batalha. Metelkova, pelo menos por hora, resiste.

De final de semana, os bares e baladas do bairro alternativo ficam super movimentados e vale muito a visita. É lá também que fica a hospedagem mais criativa da cidade, o Hostel Celica, uma antiga prisão convertida em hostel em Liubliana. Nós ficamos hospedados aí e adoramos a experiência – contamos todos os detalhes nesse post aqui!

Hostel Celica, uma antiga prisão com quartos transformados por artistas

Um dos quartos do hostel

As celas da antiga prisão foram renovadas por artistas locais e internacionais e hoje são quartos, não muito confortáveis, mas cheios de histórias.

O que mais nos agradou no Celica foi a equipe extremamente engajada e gentil. Mesmo que você não queira se hospedar na prisão, não perca a oportunidade de visitá-la. Vá ao Celica para aproveitar o bar ou até mesmo o café-da-manhã delicioso que eles servem diariamente (o buffet com comida a vontade custa 4 euros). Veja a disponibilidade de quartos no Hostel Celica aqui!

Confira também as últimas ofertas de hotéis em Liubliana:


Booking.com

Visitar a Igreja de Liubliana

A principal igreja católica da cidade tem um interior muito bonito, mas o que queremos que você veja aqui é sua porta. As imagens cravadas na enorme porta de metal recontam a história de Liubliana do ponto de vista católico.

Entre as figuras representadas ali estão João Paulo II, o primeiro Papa de origem eslava do mundo, e o padre Irenaeus Frederic Baraga (o que está segurando um livro com a imagem de um índio na capa). Baraga era um missionário esloveno que viveu muitos anos na América do Norte e o autor da história da princesa Pocahontas!

porta da igreja de Liubliana contando a história da cidade

A porta da igreja de Liubliana

Fazer o Free Walking Tour

Confesso que não somos muito adeptos dos Free Walking Tours, mas é uma pena, pois sempre que fazemos, adoramos!

Free Walking Tour em Liubliana

O nosso grupo do Free Walking Tour

O de Liubliana não poderia ter sido diferente. Foram duas horas de caminhada pelos principais pontos turísticos, em que aprendemos muito sobre a história e cultura da capital eslovena.

Free Walking tour de Ljubljana sai todos os dias às 11 am da Praça Preseren. Os guias não têm salário e dependem da gorjeta deixada pelos turistas, então tenha isso em mente no final do passeio.

Dar uma volta pelo Mercado Central de Liubliana

mercado de rua em Liubliana

Vista do mercado

Até a Primeira Guerra Mundial, os eslovenos eram majoritariamente camponeses. Cem anos depois, a relação desse povo com a terra ainda é muito presente na cultura local e é no mercado central de Liubliana que você experiencia essa tradição.

A feira acontece de segunda-feira a sábado e lá você pode conhecer e provar diversos produtos locais, além de entender mais sobre os sabores e e gastronomia local.

Conheça mais sobre a gastronomia eslovena com esse tour pelos principais restaurantes, bares e monumentos históricos de Liubliana.

Sábado é o dia mais popular e cheio, quando os próprios eslovenos frequentam o mercado e é comum inclusive encontrar o prefeito da cidade passeando por lá. Dizem que ele perambula pela feira perguntando para os turistas qual é a cidade mais amada da Europa – não ouse responder qualquer outra coisa que não Liubliana 😉

Pontes, pontes e mais pontes

Ponte dos Dragões em Liubliana

A Ponte dos Dragões

Liubliana é cheia de pontes históricas e vale a pena fazer um zig-zag no rio Ljubljanica para conhecer todas elas. As que você não pode perder são:

  • As Triple Bridge (Três Pontes em português): a do meio é a mais antiga das três, tendo sido na antiguidade o único acesso à cidade. As outras duas foram projetadas pelo arquiteto esloveno mais famoso e querido, Jože Plečnik. Ele fez as duas outras pontes para desafogar o trânsito de Liubliana. Hoje em dia, felizmente, carros não podem mais trafegar por ali e as três pontes são utilizadas quase que unicamente por pedestres.
  • Dragon Bridge (Ponte do Dragão em português): o dragão é o verdadeiro símbolo de Liubliana. Ele está na cerveja, na bandeira, no caminhão de lixo e até na ponte, claro. A Dragon Bridge foi construída em 1901, quando a Eslovênia ainda fazia parte do Império Austro-Húngaro e hoje em dia é um dos principais pontos turísticos de Liubliana.

Dragão da Eslovênia

  • The Cobbler’s Bridge (Ponte do Sapateiro em português): essa é uma das pontes mais antigas da capital, tendo sido construída por comerciantes que queriam burlar as taxas impostas pelos governantes, abrindo uma nova via de acesso à cidade. Logo ao lado da Cobbler’s Bridge fica a loja mais antiga de sapatos de Liubliana.

A Ponte Cobblerem Liubliana

Passear pelas margens do Rio Ljubljanica

Simples assim… se deixe levar pelo clima boêmio da cidade enquanto se perde pelas margens do Rio Ljubljanica. Entre em um restaurante, depois em outro, tome um vinho ou uma cerveja e curta a atmosfera única de Liubliana como um local. É uma delícia!

noite em Liubliana nas margens do rio Ljubljanica

Nas margens do rio Ljubljanica a noite

Você sabia que Liublina foi eleita a capital mais sustentável da Europa em 2016? A cidade impressiona pela limpeza e ainda desenvolveu um dos sistema de coleta e separação de lixo mais avançados do mundo. Além do mais, Liubliana aboliu carros em todo o seu centro histórico e deveria ser uma referência para o mundo no quesito sustentabilidade.

Ver o pôr-do-sol do Castelo de Liubliana

A construção do Castelo de Liubliana remete a diferentes períodos da história. Ele está localizado no topo de uma montanha e pode ser visto de todo o centro da cidade, mas ainda assim, o melhor é a vista que você tem lá de cima. Nós recomendamos a visita antes do pôr-do-sol, para ter a visão linda do entardecer.

pôr-do-sol no castelo de Liubliana

Entardecer no castelo de Liubliana

Para subir até o castelo não custa nada, mas se quiser entrar na Torre do Relógio ou na Capela de St. George, terá que comprar tickets. Nós exploramos apenas a parte liberada gratuitamente para o público e gostamos bastante do que vimos. A visão de cima da Torre do Relógio não pareceu muito melhor do que a que tínhamos a partir dos terraços do castelo.

Você pode subir até lá de funicular (Valor: 4 euros com retorno), ou por uma das três trilhas. O caminho é íngreme, mas rápido (dez minutos para subir a pé mais ou menos).

  • Prefere um tour guiado para conhecer todos os fatos sobre o Castelo de Liubliana? Talvez esse passeio possa te interessar.
pôr-do-sol no topo do castelo de Liubliana

O pôr-do-sol do castelo de Liubliana

Provar cervejas artesanais no bar mais antigo de Liubliana

Liubliana é uma cidade de apreciadores de cerveja e se você quer conhecer um pouquinho mais sobre essa cultura, o bar The Gold Ship, em frente a Shoemaker’s Bridge, é parada obrigatória.

Esse é o pub mais antigo da cidade e eles servem diversas opções de cervejas locais, como a Human Fish (produzida por amigos australianos que se apaixonaram pela Eslovênia durante uma viagem e nunca mais foram embora), as famosas Union, Lasko, entre outras.

Tomar um drinque nas alturas

O Neboticnik fica no topo de um prédio de 70 metros e proporciona uma vista linda para a cidade. Nós queríamos muito ter ido, mas o tempo em Liubliana foi corrido e não conseguimos. De qualquer maneira, fica aqui a dica para quem puder ir – depois conta pra gente o que achou.

Outras dicas de turismo em Liubliana:

Castelo de Liubliana

O castelo e a torre do relógio em Liubliana

Como andar por Ljubljana:

  • Cuidado com a bicicleta: o centro histórico de Liubliana é bem pequeno e você consegue fazer tudo tranquilamente a pé. Se quiser explorar diferentes regiões, recomendamos a bicicleta, já que a cidade tem muitas ciclovias e é praticamente plana. Se for optar por esse meio de transporte, não esqueça de conferir se está com as luzes funcionando, pois a polícia costuma multar desavisados. Aliás, também fazem bafômetro para quem está de bike! Então, nada de beber e dirigir!
  • Cansou? Se você estiver pelo centro, cansado e quiser uma carona, pode ligar para o telefone que aprece em um dos micro-ônibus elétricos (conhecidos como Kavalir, ou “cavalheiro”) que circulam pelo calçadão central. Eles são os únicos autorizados a trafegar por ali e te levam para onde você precisar. Essa é uma iniciativa do governo para ajudar principalmente a população mais velha da cidade a fazer compras ou outras coisas que exijam deslocamento pelo centro. Demais né?!
ônibus elétrico no centro de Liubliana

O ônibus elétrico que pode andar no centro

Está com sede?

  • A água da torneira e das fontes públicas é potável, aproveite e tenha sempre sua garrafinha em mãos 😉

Trem da Itália para Liubliana: 

  • A principal cidade italiana com conexão direta para Liubliana é Trieste, que fica quase na fronteira com a Eslovênia. Sendo assim, se você quiser ir de trem de Veneza para Liubliana, por exemplo, precisará primeiro chegar até Trieste e de lá pegar o trem para a capital da Eslovênia. Para checar horários e preço de trens para destinos dentro da Itália – como Veneza a Trieste – acesse o site da Trenitalia. Já para o trecho Trieste – Liubliana, acesse esse site. Outra opção mais em conta para o trajeto são os ônibus do Flixbus.

Ficou afim de explorar outras regiões da Eslovênia? Confira então essas opções de day trips de Liubliana com os nossos parceiros do Get Your Guide:

*Esse texto sobre o que fazer em Liubliana foi atualizado em janeiro de 2019 – originalmente escrito em outubro de 2017.