Este post também está disponível em: enEnglish

Milhares de pessoas visitam São Petersburgo anualmente, nada mais justo, já que essa é uma das cidades mais bonitas do planeta. Acontece que os arredores da cidade também impressionam e pouquíssimos turistas se aventuram.

IMG_5317

Nós tivemos a sorte de conhecer um grupo de russos praticando rafting na Geórgia. Acidentalmente acabamos no mesmo guesthouse que eles, em uma cidade sem nada para fazer (apenas rafting!) e passamos a noite juntos, bebendo chacha (destilado de uva georgiano) ao melhor estilo russo (shots, shots e mais shots!). Eles iriam voltar para São Petersburgo de carro (3600km) e combinamos de pegar uma carona, duas semanas depois.

DCIM102GOPRO

Tudo acertado e em duas semanas nos reencontramos com dois deles, Sergey e Kostya. Dirigimos por 1 dia e meio até São Petersburgo, mas ficamos por lá por apenas alguns minutos. Eles estavam nos levando para a floresta em que mantém uma base de rafting e um acampamento de verão. Uma floresta na Rússia? Não sabíamos o que esperar. Quando o carro foi adentrando a mata, com aquelas árvores imensas, a neve caindo pela primeira vez no ano, fomos ficando ansiosos. Era noite, chegamos aos chalés de madeira e dormimos.

IMG_5356

Passamos 5 dias ali, explorando aquela paisagem que até então era desconhecida para nós, a famosa Floresta Temperada de Coníferas, que estudamos na escola. O local fica perto da fronteira com a Finlândia (até 1939 ainda era território finlandês), por isso tem uma vegetação parecida com a dos países nórdicos.

IMG_5267 (2)

A Floresta Bodon é banhada por enormes lagos e está cheia de atividades relacionadas a água, como rafting, kayak e pesca. Qualquer passeio pela floresta também impressiona, e você ainda pode colher cogumelos selvagens e vários tipos de berries para comer mais tarde.

IMG_5299 (2)

À noite, quando o frio apertava, nos reuníamos em volta da fogueira dentro de uma yurta (cabana) e fazíamos churrasco e vinho quente. Passávamos a noite ali, contando histórias, tocando violão e dando muita risada.

IMG_5368

Losevo, como é chamado o vilarejo que ficamos, é destino de muitos russos durante as férias e finais de semana, mas ainda é desconhecido pela maioria dos turistas que visitam São Petersburgo. Uma pena, já que apenas 120 km separam os dois.

IMG_5304 (2)

Nossos dias em Losevo nos ensinaram muito sobre a cultura russa (principalmente sobre essa área do país, que as vezes parece ter mais semelhanças com Finlândia e Noruega do que com a própria Rússia). Mas acima de tudo, a maior lição foi aprender a apreciar o frio – que nós, principalmente a Fernanda, sempre teve pavor. Ali percebemos que o frio não pára a vida de ninguém, pelo contrário, só deixa as coisas mais aconchegantes.

IMG_5270

 

O acampamento Lena e a base de rafting Kiviniemi estão a apenas 20 minutos caminhando um do outro e os dois são facilmente acessíveis de trem, ônibus ou carro.

Informações sobre o acampamento de verão Lena:

– Os chalés cabem até 6 pessoas e têm banheiro e cozinha. Para alugar de segunda a quinta-feira ou de sexta-feira a domingo, o preço por todo o chalé é 7900 RUB (cerca de U$$122). Você pode ultilizar todas as facilidades do lugar, como as atividades para crianças, sauna, barco, parede de escalada, vara de pescar e etc.

 

Informações sobre Kiviniemi:

Kiviniemi é a base de rafting e kayak que eles mantêm. Lá você pode alugar todo o material que precisar para as atividades. Para quem nunca praticou, eles também disponibilizam aulas, guias e etc. Outras atividades como passeio de bicicleta também à disposição.

Contato[email protected] ou [email protected]

 

E que fique bem claro: não estamos fazendo a propaganda porque nós os conhecemos, mas sim porque adoramos a experiência! Quem segue o Monday Feelings sabe que gostamos de procurar programas menos conhecidos pelos turistas e que mostrem mais da vida local. Se você também é esse tipo de viajante, corre pra lá (mas por favor entre em contato antes, pois eles estão no meio da floresta!)!